origem

domingo, 27 de setembro de 2009

Benfica 5 - 0 Leixões

Boda com Goleada, Boda Abençoada

Este título pode parecer estranho mas é o mais certo para ilustrar esta crónica especial.
Ontem pela primeira vez esta época não vi o Benfica no estádio. Só um motivo de força muito maior é que poderia levar-me a faltar no apoio. O casamento do meu querido amigo Rui Malheiro é um desses motivos, sem dúvida. A cerimónia foi em Ponte da Barca e por isso foi impossível ir à Luz.

Foi um dia especial vivido a norte, inesquecível. Para este espaço o que importa partilhar é o ambiente que vivi à volta do jogo. Surpreendente o desprezo de quase todos os convidados pelo clássico jogado ali perto no Dragão. Mais surpreendente ainda a enorme movimentação à volta da tv montada numa discreta sala para ver o jogo do Benfica.
Bonito ver a Luz cheia com quase tantos espectadores como os que estiveram no Dragão!

Todo o ambiente cordial que até ali se tinha vivido no evento foi alterado após a primeira queda do guarda redes do Leixões que perdeu uns bons minutos no chão e que quebrou o ritmo atacante com que o Benfica entrou. Rapidamente se ouviu bem alto o calão mais elaborado fruto de um nervosismo revoltado com o vergonhoso espectáculo que a equipa de José Mota preparou, e apresentou na Luz.
É este o futebol que Mota defende? É para isto que lutam loucamente para não descer? Que imagem vergonhosa deixou o Leixões na Luz!

Felizmente, desta vez, o anti futebol saiu humilhado por 5-0. Sei que nem sempre é assim, mas quando acontece há que enaltecer o derrubar do muro, e criticar sem piedade a nojenta postura de quem não quer a bola para nada e apenas pensa em distribuir fruta, o que no nosso país costuma ter óptimos resultados, como se sabe.

Na minha memória ficará um jogo assistido longe da Luz, mas que deu para sentir a força benfiquista com sotaque do norte. O Benfica consegue unir na mesma sala figuras mais ou menos conhecidas de todos nós como João Malheiro, ou Nuno Calado, e nem o senhor Padre arredou pé até ao fim do jogo aguentando bem as exaltações dos convidados que horas antes tão bem se tinham portado na igreja.

Felicidades ao Rui e à Paulina, e fiquem com este ditado : Boda com Goleada, é Boda Abençoada.

Obrigado ao Ricardo que foi enviando por sms o historial do jogo na Luz. Abraço, Ricardo
Obrigado ao Varela pela estadia. Bem hajas

3 comentários:

  1. De nada!

    Da minha parte, espero que tenha corrido tudo bem: felicidades ao Malheiro nesta mudança de "clube"!

    Por seu lado, o Glorioso soma e segue, imparável rumo à vitória final: mais uma goleada, desta vez presenciada por 42.283 espectadores, pouco menos do que no clássico da 'Santa Aliança'.

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Obviamente que a minha casa, será sempre a tua casa! E não as rivalidades futebolísticas que mudam isso.

    E parece-me que por este andar do Benfica, vais estar por lá mais vezes! ;)

    Abraço

    ResponderEliminar